Sim, eu tenho orgulho dessas cores. Não, não é por um time, por um jogo, uma seleção. Mas sim, por uma nação inteira. Nosso nome não é definido simplesmente por barreiras territoriais ou genealogia. Nossos traços, costumes e manias. Isso sim forma quem somos. Eu amo nossas cores. Todas aquelas além do verde e amarelo. As cores de nosso povo, nossas marcas e raízes. Nossas canções e histórias. Nossa comida e folclore. Eu amo quem somos. E podemos ir além. Temos problemas sim, e muitos. Mas todo mundo tem. Eu tenho orgulho de ser brasileira, de chamar essa cultura linda de minha e saber que podemos ir mais longe aprendendo com nossos erros. 
   Nossa força é tão grande e vejo isso em cada sorriso dolorido. Tenho orgulho de quem vi construir a vida do zero e não perdeu sua história pelo caminho. Falarei de ti lá fora, e sempre que percorrer o mundo, voltarei com mais saudade. Porque você é casa. Amo cada sotaque, crença, riso e diversidade. Ninguém é perfeito, nós sabemos. Mas te defenderei diante daqueles que não te conhecem. Você vai além de escândalos ou futebol. E quem te ama sabe disso. Sou brasileira todo dia. E não importa o lugar do mundo, sempre levarei você comigo. Obrigada, Brasil.



Para quem não sabe, sou cristã e faço parte da Igreja Hillsong. Bobbie Houston, nossa pastora sênior é líder do movimento Sisterhood (Irmandade), que une mulheres ao redor do mundo, buscando mostrar que podemos ser a diferença no mundo que vivemos, que podemos encontrar nossa identidade, valor e missão.
Ela escreveu um texto sobre como podemos fazer algo e olhar para cada uma de nós mulheres que passam e passaram por tanta dor em um mundo de tanta desigualdade.
Foi muito tocante para mim e sinto que deve ser algo que todas devemos ter em nossa mente, por isso quero repostar o texto traduzido:

Uma busca da hashtag "#metoo" (#eutambém) é suficiente para levar alguém a lágrimas, desespero e raiva. Por um lado, há muitas mulheres e meninas que finalmente se sentiram apoiadas e corajosas o suficiente para agora compartilhar sua história, mas, por outro lado, a maioria dessas histórias é contada muitos anos após o fato. A realidade de que eles viveram (por grande parte de suas vidas) com vergonha, medo e sensação de isolamento sobre o assunto, é tanto perturbadora quanto trágica.
Qualquer que seja a emoção que se tenha agitado com relação ao recente envergonho público de muitos homens influentes em torno desta questão - o fato é que o relatório da Organização Mundial de Saúde diz: que uma em cada três mulheres em todo o mundo sofreu violência física ou sexual, com esta estatística aumentando exponencialmente quando todas as formas de assédio sexual estão incluídas. Esta não é uma questão de apenas uma ou duas pessoas influentes sendo acusadas nos últimos tempos - é, em vez disso, um "padrão de comportamento" que afetou negativamente a vida das mulheres e tem agredido o valor, identidade, potencial e promessa que Deus colocou dentro de Suas filhas.
Como Color Sisterhood (Irmandade de cores), sempre nos colocamos do lado da justiça, da solução e dos caminhos para as mulheres que sofreram injustiça - para o Dia Internacional da Mulher este ano, estamos de pé com todas as mulheres corajosas que sofreram assédio sexual, abuso, estupro e violência de todos os tipos. Dizemos que NÃO está tudo bem, seja no local de trabalho, no lar, ou mesmo tragicamente na igreja. O TEMPO ACABOU, CHEGA, porque não há desculpa para o comportamento que menospreza, abusa ou danifica a alma humana.
Lynne Hybels em um artigo recente sobre este assunto disse:
"Reconhecendo que as mulheres em todo o mundo são afetadas desproporcionalmente por todas as grandes tragédias globais, acreditei há muito que as mulheres precisam estar desproporcionalmente envolvidas no lado da solução. Precisamos viver - verdadeiramente e verdadeiramente e diariamente - como parte de uma grande irmandade global. Os que estão em condições de fazê-lo precisam expandir a misericórdia, combater a injustiça sistêmica, trabalhar para mudar atitudes culturais, rezar, angariar fundos para transformar as iniciativas. E, é claro, precisamos falar contra a pregação pervertida e o patriarcado que muitas vezes alimenta abusos." (Fonte)
Então amiga - se sua história é uma história #metoo, então tenha coragem. Suas irmãs em todo o mundo querem ouvir e ajudá-la na sua jornada de cura e totalidade. No entanto, isso é muito mais do que apenas uma hashtag. Você pode precisar procurar ajuda e justiça. Alguns passos simples estão listados abaixo para saber como fazer isso:
Se você estiver em perigo imediato, entre em contato com a polícia.
Informe à polícia o que deve ser relatado.
Procure ajuda profissional e suporte. Existem linhas de aconselhamento na maioria dos países com suporte 24/7 que pode direcioná-lo para a ajuda certa. [n/t: Disque 190 para a Polícia, disque 180 - Central de Atendimento à Mulher, disque 100 - Direitos Humanos]
Se você tem menos de 18 anos e está experimentando qualquer tipo de violência ou abuso, fale e diga a alguém que deve denunciá-lo às autoridades. Por exemplo, o seu conselheiro escolar.
E para aqueles que nunca experimentaram os níveis de abuso e violência perpetrados em tantas de nossas irmãs, podemos escolher empatia. Escolha ouvir aqueles que ficaram em silêncio por tantos anos, optar por entender, optar por apoiar e manter a lacuna com eles. Escolha fortalecê-los e ajudá-los a encontrar a determinação de avançar. Sempre acredite na pessoa e nunca minimize sua experiência.
A história pode muito bem registrar este período atual como uma grande mudança e mudança de atitude, mentalidade e crime contra a feminilidade. Continuemos a orar, exemplificar e advogar, para que nossas filhas e nossas netas vivam em um mundo livre desse trauma.

Bobbie Houston


Diversas pessoas podem ser vítimas de situações onde existe violência, humilhação e abuso. Você não está sozinha nisso. (Incluindo homens, ou pessoas que passaram por abuso quando crianças, toda dor é imensamente dor.) Eu passei por diversas dessas situações e sei bem como é se sentir desamparada, frustrada, culpada, suja, e sem saber o que fazer. A verdade é que não é sua culpa, e você não é seu passado. Você é unica, especial e amada. Não deixe que a dor lhe impeça de enxergar essa verdade. Procure ajuda, fale com alguém. Se precisar, estou aqui. Meu e-mail é: lollyluvblog@gmail.com, direct no insta @itslollyy, qualquer coisa você pode contar comigo se precisar de alguma informação ou alguém pra conversar sobre isso. Somos mais do que o que aconteceu. Juntas somos mais fortes.



A todas elas que mudam o mundo com um sorriso. Que carregam nas costas um peso imenso e continuam prontas para ajudar. A cada amiga que ouve a outra nas noites mais difíceis. A cada mãe que não se deixou levar pelas dificuldades, mas continuou firme enquanto chorava dentro de si.
A cada menininha que ama ser uma princesa e a cada mulher que dentro de si é rainha. A cada guerreira que lutou por seu espaço e gritou para ser ouvida. A cada uma - seja a confiante que ama seu corpo, seja aquela que ainda vai descobrir sua própria força e beleza. 
A cada uma que entendeu que não precisa ser submissa à quem não a merece. A cada uma que entendeu que não precisa continuar em algo onde é pressionada a fazer o que não quer. A cada uma que entendeu que não precisa continuar com alguém que não a aceita por quem é. A cada uma que entendeu que não precisa de alguém para ser feliz. Que não precisa de quem a ame em fragmentos, quando é inteira.
A cada uma que está descobrindo que pode decidir seu próprio caminho e definir o rumo de sua própria vida. A cada uma que entendeu que pode ser feliz e completa consigo mesma. A cada uma que pode ajudar outros a entenderem que bonito mesmo é ser você. 
A cada uma que não deixou que obstáculos a impedissem de não apenas sobreviver, mas viver uma vida que tem orgulho de viver. A cada uma que antes de nós, abriu o caminho. A cada uma que insiste, resiste, e luta por ser quem é. A cada uma que nos inspirou e nos fez entender nosso valor.
 A cada uma, seja qual for seu corpo, forma, etnia, crença. A cada uma, única do jeitinho que é. Todo dia é dia pra ser você e celebrar quem você é. Obrigada, meninas, mulheres. Vocês, nós. Nós podemos.



Olá, meu povo! Quanto tempo! Hoje estava olhando alguns dos meus vídeos e (re)descobri um vídeo onde falei muito de como a minha percepção de mundo e principalmente de mim mesma tem mudado, e como isso tem me ajudado a me amar mais e não viver em guerra com o espelho ou com outras pessoas. Aprendi que só podemos realmente agir em amor com outros quando nos amamos, assim como a Bíblia diz: "Ame o próximo como a si mesmo." É realmente dessa forma que conseguimos ser ainda melhores com as pessoas ao nosso redor, quando nos aceitamos também. 
Chega de blá blá blá e vamos logo para o vídeo onde explico melhor como tem sido essa jornada de aceitação:



Não esqueça de se inscrever no canal e ficar por dentro de todos os vídeos novos! 
Beijos e até a próxima!


E aí galera, como vocês estão? Hoje estou aqui pra falar de um movimento incrível que mudou minha vida. O Cristandade. Esse movimento busca levar o amor de Jesus pra fora. Seja nas praças, ruas, e outros diversos lugares; o intuito é sair das quatro paredes da igreja, pra SER igreja onde quer que estejamos, levando o evangelho a todos.



Buscamos viver em unidade, com pessoas de todas as idades, jeitos, culturas, denominações e regiões, queremos estar unidos com todos os que entendem a grandeza do amor de Deus, buscando viver para aprender mais e honrar esse amor. 
Através da música, a riqueza da Palavra e a simplicidade de sermos pessoas comuns e diferentes apenas unidas por algo maior que nós, buscamos levar o evangelho para as ruas, alcançando as pessoas em sua rotina e transformando o dia com um novo vislumbre da graça de Deus.

Pra saber mais é só ficar ligado nas nossas redes sociais, onde postamos artes, textos e novas formas para transformar o mundo através do amor que nos transforma diariamente.

BLOG  INSTAGRAM  FACEBOOK     

Gostou? Então que tal PARTICIPAR da equipe com a gente? Atualmente estamos em diversas regiões do estado de São Paulo, se você tem interesse de fazer algo além da rotina e viver esse amor a Deus de novas formas, é só clicar aqui e fazer sua inscrição dizendo um pouco mais de você e como gostaria de nos ajudar. 
Participar do movimento tem sido algo que realmente me fez enxergar mais da Graça, entre as formas mais simples de amor e compaixão, através de pessoas incríveis que conheci pude enxergar mais de Deus e ver o quanto Ele ama cada vida e deseja que façamos algo para levar a luz pra esse mundo e ser tudo aquilo que Ele deseja que sejamos. 
Espero que gostem e possam participar dos eventos por aí que fazemos, e conhecer mais de quem Ele é.


Confiei naqueles de quem
Previamente havia me avisado
Perdi quem eu era
Em ilusões
Fui quebrado

Meus cacos Te cortaram
E mesmo assim percorreu meu ser

Manchas em cada parte
Hematomas e falhas
Machucados abertos
Feridas expostas

Então vi Suas cicatrizes
Nas mãos que me arrancaram
Da escuridão

Me comprou de volta pra Si
Perdoando minha fuga em vão

Quando pedras preparadas foram
Te vi parar a multidão

Eu que tanto troquei o amor
Me vendi em ilusão
Perdendo meu valor
Com mãos que arrancaram
O que sou

Vi o Amor no cuidado
Daquele que não se deixou levar
Por aqueles que apenas
Escolhiam acusar

Na sujeira em que me encontrei
Àgua foi derramada
Limpando meu ser
Fluindo
de Graça